14.04.2021

Projecto: "Desenvolvimento, Democracia e Direitos para Tod@s" em cooperação com a União Europeia

Decorreu no dia 29 de Março de 2021, o lançamento do projecto “Desenvolvimento, Democracia e Direitos para Tod@s”. A iniciativa da Fundação Friedrich Ebert, da Organização dos Trabalhadores de Moçambique (OTM-CS) e da Plataforma dos Jovens Líderes de Moçambique (PJL) visa aprofundar a participação política, social e económica e conta com o co-financimento da União Europeia.

Nas suas palavras introdutórias, Tina Hennecken Andrade, Representante Residente da Fundação Friedrich Ebert (FES) , disse que uma democracia viva e um desenvolvimento inclusivo requerem uma troca activa e engajada entre os cidadãos, o patronato e as instituições do estado. Para criar políticas públicas, que ampliam direitos e aprofundam a justiça social, precisa-se de um diálogo social crítico.

O projecto em parceria com a OTM-CS e a Plataforma dos Jovens Líderes  terá duas vertentes de acção. Na sua primeira vertente fortalece o poder de intervenção dos sindicatos nas negociações colectivas e no debate sobre o modelo de desenvolvimento sócio-económico. Na sua segunda vertente apoia as iniciativas de activistas jovens para a construção de espaços de debates colectivos entre jovens nas 11 províncias e um diálogo constructivo com instituições de estado sobre políticas públicas que representam os interesses dos cidadãos jovens.

Alexandre Munguambe, Secretário Geral da OTM-CS , reiterou que o projecto reafirma o movimento sindical como actor importante para um desenvolvimento socialmente justo e sustentável. Destacou o comprometimento da OTM-CS com a estratégia desenhada para conquistar melhorias concretas na vida dos trabalhadores e para estimular a reflexão pública sobre direitos trabalhistas e sociais nas suas plataformas de comunica ção.

Géssica Macamo, Coordenadora da Plataforma Jovens Líderes , disse na ocasião que o projecto piloto “A quem confiar o meu município?” mobilizou muitos jovens antes das últimas eleições municipais em 2018, para se engajarem activamente no desenvolvimento do seu município. Queremos levar este espírito para as demais capitais provinciais e mostrar que a camada jovem nicht é apenas o futuro, mas também pode contribuir activamente no presente, para o desenvolvimento deste país.

No final, Isabel Faria de Almeida, Chefe de Cooperação da Delegação da União Europeia em Moçambique, felicitou os parceiros envolvidos pela iniciativa inovadora e reiterou que jovens e especialmente mulheres jovens desempenham um papel importante para tornar democracias mais inclusivas. Referiu também que a pandemia da Covid-19 e as suas consequências económicas tornam um desenvolvimento inclusivo, que cria oportunidades para jovens, ainda mais urgente. 

O Workshop de introdução do projecto “DDDT” decorreu durante 3 dias no formato Zoom e serviu para lançar a primeira fase de implementação do projecto, familiarizar as partes envolvidas com as regras de financiamento e da gerência de projectos da União Europeia, bem como actualizar a linha de tempo da acção conjunta. 

Friedrich-Ebert-Stiftung
Escritório Moçambique

Av. Tomás Nduda, 1313
Caixa Postal 3694
Maputo – Moçambique

(00 258) 21 49 12 31
(00 258) 21 49 02 86

info(at)fes-mozambique.org
www.fes-mozambique.org

voltar ao início