13.08.2018

O que Samora Machel nos Ensinou Sobre a Superação da Crise Financeira?

Um grupo de investigadores da Escola Central do Partido FRELIMO está actualmente analisando narrativas e pensamentos do antigo Presidente Samora Machel para inspirar políticas económicas resilientes em tempos de crise.

  • Foto: FES Moçambique

Faz quase três anos que a crise económica domina as noticias em Moçambique. Mas não é a primeira situação económica e política desafiante, que o pais enfrenta. No intuito de aprender com as próprias experiências moçambicanas, a Escola Central do Partido FRELIMO reuniu um grupo de investigadores que analisam os discursos do antigo presidente Samora Machel para identificar conceitos políticos e abordagens que ajudaram os moçambicanos a superar a crise financeira e aproveitar a estrutura da época para desenvolver o país.

Nos dias 9 e 10 de Agosto, o grupo organizou junto com a Fundação Friedrich Ebert dois pequenos seminários para partilhar os primeiros resultados do trabalho com contemporâneos de Samora Machel e com pesquisadores e activistas sociais. O objectivo dos encontros foi de validar a metodologia e as abordagens da pesquisa e de enriquecer o trabalho com as contribuições dos participantes.

Além de posturas anti-imperialistas firmes, que contribuíram para a construção de soluções socias e políticas e para o reforço da resiliência dos moçambicanos face à crise, os participantes discutiram também o estilo único do líder politico Machel, que preferiu construir decisões e acções colectivamente e em diálogo intenso com o povo e os camaradas de luta. Nem todas as políticas da época foram um sucesso e poderiam ser transferidas no contexto actual.  Mas o pensamento de um nacionalismo positivo, da construção de um caminho de desenvolvimento próprio e independente, na confiança profunda das capacidades do povo moçambicano, e nas ideias que nascem do colectivo deste povo, são de importante relevância hoje como antes. São ingredientes necessários para superar os desafios colocados e para construir uma sociedade com mais igualdade, produtividade e solidariedade.  

O estudo será finalizado e apresentado ao publico até Dezembro deste ano. 

Friedrich-Ebert-Stiftung
Escritório Moçambique

Av. Tomás Nduda, 1313
Caixa Postal 3694
Maputo – Moçambique

(00 258) 21 49 12 31
(00 258) 21 49 02 86

info(at)fes-mozambique.org
www.fes-mozambique.org

voltar ao início