10.05.2019

Feminismo e Direitos da Mulher sob Ataque!

O evento público da FES Berlim que aconteceu no dia 18 de Março, discutiu com activistas da América Latina, Africa, Ásia e do Médio Oriente o clima cada vez mais hostil contra os direitos da mulher na conjuntura política actual tanto como as lutas feministas de hoje.

A actual onda de ataques e perseguição contra activistas feministas, grupos LGBT e outras minorias, que tem como base argumentos moralistas e conservadores, bem como tentativas claras de defender ou recapturar sob qualquer custo as estruturas de poder patriarcal, reitera que as lutas feministas estão longe de ser uma relíquia do passado.

As oradoras do evento Sahar Aloul (SADAQA - Organização para a Promoção de Direitos Trabalhistas the Mulheres, Jordânia), Scheaffer Okore (Partido Ukweli, Quênia), Anita Gurumurthy (IT for Change, India), Yasmina Banaszczuk (Jornalista e Autora, Alemanha) and Ailynn Torres Santana (FLACSO, Cuba) sublinharam nas suas contribuções que os movimentos feministas nas suas regiões resistiram com acções concretas contra o backlash conservador.

Exemplos para isto são o movimento para a legalização do aborto que originou na Argentina e se espalhou pela América Latina, tanto como as grandes mobilizações contra violência baseada no género em vários países da Africa. Em muitos casos, grupos feministas estão em frentes de movimentos para a democratização, como mostrou a primavera árabe e recentemente os acontecimentos no Sudão. As suas lutas cultivam o sonho por uma sociedade mais justa e igualitária e confirmam o lema do debate "o futuro é feminista".

 

 

Friedrich-Ebert-Stiftung
Escritório Moçambique

Av. Tomás Nduda, 1313
Caixa Postal 3694
Maputo – Moçambique

(00 258) 21 49 12 31
(00 258) 21 49 02 86

info(at)fes-mozambique.org
www.fes-mozambique.org

voltar ao início